Causas de disbiose no idoso e benefícios dos probióticos e prebióticos


 

Disbiose é o desiquilíbrio das bactérias da flora intestinal que leva a pessoa a ter mais inflamação crônica no intestino e assim diminui a absorção de nutrientes importantes e aumenta a absorção de substancias ruins para o organismo.


Para reequilibrar a flora intestinal de bactérias no intestino o primeiro passo é garantir uma alimentação adequada e equilibrada.


Como se alimentar adequadamente:


Aumentar a ingestão de leite fermentado e iogurte natural, alimentar frutas, hortaliças e outros alimentos que contem probióticos. Importante diminuir consumo de farinhas, álcool, doces e açúcar em geral, frituras e alimentos industrializados em geral.


Simplificando, descascar mais, abrir menos latas e pacotes industrializados em sua alimentação.


A ingestão e reposição de probióticos e prebióticos pode ser feita também através de fórmulas manipuladas em farmácias específicas, também pode ser adquirida em lojas especializadas, sempre de acordo com a indicação médica.


Já existem vários estudos sobre as diversas variedades de probióticos e prebióticos.

Quais são os alimentos probióticos?


Os probióticos são micro-organismos que enriquecem a flora intestinal e estimulam a absorção correta de nutrientes pelas células. Eles compõem uma colônia de "bactérias do bem", a chamada microbiota, e garantem não apenas uma boa digestão, mas também o equilíbrio dos mais diversos sistemas do corpo.


Iogurte:

O iogurte é um alimento probiótico com sabor ácido e é feito a partir do leite fermentado, que pode também ter frutas ou outros ingredientes adicionados.


Kefir:

O kefir é um leite fermentado elaborado por meio do uso de uma mistura de microrganismos. Esses microrganismos, que podem ser obtidos em amostras comerciais ou artesanalmente por doação na forma de grãos, produzem substâncias ácido-láticas, peptídeos, aminoácidos e vitaminas.


Kombucha:

O Kombucha é uma bebida fermentada feita a partir de chás, como o chá preto ou chá verde, adoçados, contendo uma cultura de leveduras e bactérias, conhecidas como SCOBY, que equilibram a flora intestinal, ajudando a fortalecer o sistema imunológico e melhorar o funcionamento do intestino


Chucrute:

O chucrute é um alimento fermentado probiótico que contém apenas repolho e sal.

Ele é muito benéfico para a saúde e pode ser feito em casa.


Alimentos fermentados à base de soja:

A soja fermentada vira um probiótico, ou seja, um alimento com micro-organismos vivos que trazem benefícios à flora intestinal. Em relação à soja natural, a fermentada vai trazer mais vantagens nutricionais e proteínas ao nosso corpo. O queijo tofu é um bom exemplo.


Kimchi:

O kimchi, também chamado de "kim chi", "kimchee" ou "gimchi" é uma conserva de legumes fermentados (picles de legumes) que é preparada do mesmo há mais de 250 anos.


Quais são os alimentos prebióticos?


Os prebióticos são componentes alimentares não-digeríveis que afetam beneficamente o nosso organismo pelo estímulo seletivo da proliferação ou atividade de populações de bactérias desejáveis no cólon do intestino. Eles estimulam as bactérias boas a crescerem e combaterem as ruins.


Os prebióticos são encontrados em alguns leites e fórmulas lácteas, na banana, cebola, alho, alho-poró, Raiz de Chicória, aspargos, alcachofra e cereais integrais.


Rafael Pacheco Terra

Médico geriatra



Clique aqui para fazer uma doação e ajudar uma ILPI.

19 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

SOS ILPIs